LABORATÓRIO NEUROGENE - Whatsapp: (48) 99864-4498

INFERTILIDADE MASCULINA

A esterilidade masculina por azoospermia ou oligospermia severa afeta aproximadamente 7-10% de todos os homens. Afastadas causas obstrutivas, a etiologia mais comum da azoospermia é genética: 10-15% dos pacientes apresentam alterações dos cromossomos sexuais (Síndrome de Klinefelter - 47,XXY, ou 46,XX) e outros 10-20% dos pacientes apresentam microdeleções do braço longo do cromossomo Y, que só podem ser diagnosticadas por estudos moleculares. As microdeleções ocorrem em uma região do cromossomo Y chamada AZF, onde concentram-se vários genes envolvidos na espermatogênese. O diagnóstico exato da causa da azoospermia é muito importante para orientação do tratamento do casal infértil.

Método:
É utilizado teste molecular baseado na Reação em Cadeia da Polimerase (PCR) para o diagnóstico dos genes específicos.

Material:
• 5ml de sangue com EDTA

Prazo de Entrega:
• 30 dias

 


 

PESQUISA DO GENE SRY POR PCR

O gene SRY é responsável pelo identificação do cromossomo Y, que determina o gênero masculino. Este exame é de vital importância na detecção de síndrome de Turner, nascimento de crianças com genitália ambígua. A definição do sexo é importante para se registrar a criança e definir socialmente seu sexo genético.

Método:
É utilizado teste molecular baseado na Reação em Cadeia da Polimerase (PCR) para o diagnóstico dos genes específicos.

Material:
• 5ml de sangue com EDTA

Prazo de Entrega:
• 30 dias

 



 

 

 
TIM + Whatsapp: (48) 9.9864-4498